CaldoQuantico Holopraxis CQL CreSentes DNAtos PARCEIROS EXPEDIENTE ANUNCIE PRIVACIDADE E USOS
 
CAPA | GERAL | CADERNO 1 | CADERNO 2 | CADERNO 3 | CADERNO 4 | BLOGS | LINKS ÚTEIS
Instituto Eu Quero Viver

terça-feira, 15 setembro, 2009 19:44

Concurso avalia a qualidade do queijo do Cerrado

 
 
  Divulgação  
   
  Queijo Minas Artesanal do Cerrado  
     

Valorizar e divulgar o Queijo Minas Artesanal. Esse é o objetivo do concurso promovido pela a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater/MG) em parceria com o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), prefeitura de Lagoa Formosa e Apae.

O evento acontece nesta quarta-feira (16), em Lagoa Formosa, na rua Cadete, nº 500, Centro, às 13h. Dezoito produtores foram inscritos. Todos são cadastrados no IMA, uma das exigências para participar do evento, e deverão levar dois queijos maturados para serem julgados.

A comissão julgadora será composta por sete jurados que irão avaliar os queijos de acordo com os seguintes critérios: apresentação, cor, textura, consistência, paladar e olfato. Segundo a extensionista da Emater-MG e membro da Equipe de Apoio do Programa Queijo Minas Artesanal, Anabela Braga Moraes, “o objetivo maior é divulgar o Queijo do Cerrado, estimular e valorizar os produtores cadastrados e mostrar a diferença que se consegue em termos de qualidade, quando são seguidas as normas de produção da Legislação Estadual”, disse.

Serão escolhidos os cinco melhores queijos. Os vencedores receberão troféus e brindes dos patrocinadores. Além disso, eles estarão classificados automaticamente para o Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal, que acontece em novembro, no município do Serro, região Central do Estado.

A região do Cerrado é formada pelos municípios de Patos de Minas, Lagoa Formosa, Presidente Olegário, Lagamar, São Gonçalo do Abaeté, Varjão de Minas, Carmo do Paranaíba, Arapuá, Rio Paranaíba, São Gotardo, Tiros, Matutina, Patrocínio, Guimarânia, Cruzeiro da Fortaleza, Coromandel, Serra do Salitre, Abadia dos Dourados, Santa Rosa da Serra.

Programa de Melhoria da Qualidade do Queijo Minas Artesanal
O Queijo Minas Artesanal é fabricado desde a época do Brasil Colônia. Atualmente, a iguaria é um dos principais produtos da agroindústria familiar mineira. Mas, para ser caracterizado como Queijo Minas Artesanal, o processo de produção deve seguir as exigências da Lei Estadual 14.185 de 2002, que padroniza a fabricação do Queijo Minas Artesanal. O produto final é fiscalizado e certificado pelo IMA. Trabalho que busca garantir a segurança alimentar para o consumidor e a qualidade do produto.

Em 2002, a Secretaria de Estado de Agricultura lançou o Programa de Melhoria da Qualidade do Queijo Minas Artesanal. O programa é executado pela Emater-MG e tem entre os objetivos estimular as boas práticas de produção e a comercialização do Queijo Minas Artesanal. O Programa demarcou quatro regiões produtoras do Queijo Minas Artesanal: Cerrado, Canastra, Araxá e Serro. São 46 municípios e cerca de 9 mil produtores, que produzem mais de 25 mil toneladas de queijo por ano.

via Agência Minas

Veja também o que publicamos sobre queijo


Material jornalístico passível de direitos autorais.
Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes.
Antes de reproduzir por qualquer meio, consulte sobre autorização
Leia também nossos Termos de Uso e Serviço
Preços, prazos e links podem sofrer alteração e correpondem ao dia em que o material foi publicado

FarolCom no Pinterest
Queijo & Cia.
Brasil no Google Maps
Meteorologia