Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

#zikazero | CLIQUE AQUI, SAIBA MAIS E PARTICIPE | #zikazero
A sociedade mobilizada para vencer a luta contra o mosquito

Instituto Eu Quero Viver
quarta-feira, 28 setembro, 2011 21:27

Inaugurada a Cidade das Águas em Frutal

 
 
 
Carlos Alberto/Secom MG
 
   
  O vice-governador Alberto Pinto Coelho, acompanhado do ministro da Educação, Fernando Haddad, inaugurou, nesta quarta-feira (28), em Frutal, no Triângulo Mineiro, a Cidade das Águas, um dos maiores projetos do mundo voltados para educação e pesquisa em águas.  
     

O complexo reunirá instituições estaduais, federais e privadas, nacionais e internacionais, em um mesmo ambiente de convivência e interatividade. Na ocasião, a atriz Cleo Pires foi designada embaixadora das Águas da Unesco.

A criação da Cidade das Águas é uma iniciativa conjunta do Governo de Minas com o governo federal, apoiada pela Unesco.

Já foram investidos R$ 50 milhões na consolidação do conglomerado, com a previsão de mais R$ 80 milhões nos próximos dois anos, totalizando R$ 130 milhões de investimento dos governos estadual e federal.

Todas as instituições presentes na Cidade das Águas terão como eixo central a gestão, preservação e recuperação das águas, superficiais e subterrâneas. Outro objetivo será a formação de uma nova geração de líderes na gestão da água.

Além de atender ao Brasil, a Cidade das Águas tem suas atividades voltadas também para a América Latina e a África de Língua Portuguesa.

Em pronunciamento, o vice-governador Alberto Pinto Coelho ressaltou o papel do Unesco HidroEX para o desenvolvimento sustentável do Estado e do país, por meio da educação.

“Cumpre-se o princípio complementar, o de ‘pensar localmente e agir globalmente’, pois o Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Água – Unesco/Hidroex será celeiro de uma nova geração de líderes na gestão da água e difundirá a educação ambiental no Brasil e no mundo”, disse.

Já o ministro da Educação, Fernando Haddad, ressaltou a parceria com o Governo de Minas, já que a Cidade das Águas é um dos projetos estratégicos do Ministério da Educação. “Essa parceria entre o Governo de Minas e o governo federal é histórica, e nunca foi tão forte como nos últimos anos”, disse.

Condomínio
Durante o evento, o vice-governador autorizou o Unesco HidroEX a se filiar como membro permanente do Conselho Mundial de Águas, sediado em Marselha, França, com o objetivo de fortalecer o compromisso das ações relacionadas à preservação da água.

Alberto Pinto Coelho também anunciou a proposta de criação do primeiro Condomínio Temático de Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa e Desenvolvimento, que terá sede na Cidade das águas e reunirá universidades que se dedicarão à pesquisa e projetos relacionados à água: Ufla (Lavras), UFV (Viçosa), Ufop (Ouro Preto), UFMG, UFTM (Triângulo Mineiro), UFU (Uberlândia) e PUC Minas.

Visita às instalações
Alberto Pinto Coelho foi recebido no aeroporto de Frutal pela prefeita Maria Cecília Marchi Borges (Ciça), ao som da Banda Municipal Major Lara. Ele estava acompanhado do ministro da Educação, Fernando Haddad, e do secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Nárcio Rodrigues. O vice-governador chegou ao auditório da Uemg de Frutal e, após os pronunciamentos, fez uma visita para conhecer as instalações do Unesco HidroEX.

A inauguração marca a entrada em funcionamento da nova sede do Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (Unesco HidroEX). Ele foi criado em 2009 pelo Governo de Minas, com o objetivo de planejar, coordenar, executar, controlar e avaliar programas e projetos de defesa e preservação do meio ambiente, relativos à gestão das águas e dos recursos hídricos.

Na nova sede do Unesco HidroEX, além da administração, funcionarão três laboratórios, duas salas de reunião, cinco salas para projetos, uma sala multimeios, entre outras dependências. Atualmente, 17 projetos estão sendo executados pelo HidroEX em parcerias com diversas instituições. Juntos, os projetos envolvem recursos de R$ 21 milhões.

Estudo das águas do Triângulo
Durante o evento, também foi anunciada a parceria do Unesco HidroEX com a Sectes, Embrapa, UFV, Unifei (Itajubá), Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais, UFMG, UFRJ, Copasa e instituições da Alemanha, dentre elas a University of Applied Science Weihenstephan-Triesdorf e a Technische Universität Dresden, para estudos das águas superficiais e subterrâneas do Triângulo Mineiro. O projeto de parceria custará R$ 2,5 milhões, custeados pelas instituições alemãs.

A Cidade das Águas terá unidades avançadas da Agência Nacional de Águas (ANA), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Instituto Estadual de Florestas (IEF), Instituto Nacional da Água (INA), instituição esta que ainda está sendo criada pelo governo federal. Novas entidades ainda podem participar do projeto.

Espaço Cousteau
A Cidade das Águas vai abrigar o Espaço Cousteau para as águas, projeto a ser desenvolvido pelo Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) em parceria com a HidroEX. Trata-se de moderna estrutura arquitetônica, dentro dos melhores padrões internacionais, para abrigar um amplo espaço de visitação com a exposição das atividades de pesquisa desenvolvidas pelo Comandante Cousteau pelos rios e mares do mundo, incluindo o material de expedição pela Amazônia.

Participaram da cerimônia os secretários de Estado, Bilac Pinto (Desenvolvimento Regional e Política Urbana) e Narcio Rodrigues (Ciência, Tecnologia e Ensino Superior); o presidente do Unesco HidroEX, professor Otávio Elísio Alves de Brito; o presidente do Conselho Mundial das Águas, Loic Fauchon; o diretor da Unesco no Brasil, Lucien Muñoz; e a presidente da Fundação Cousteau, Francine Cousteau; além de deputados estaduais e federais, representantes de instituições de ensino e lideranças locais.

via Agência Minas

Veja o que já publicamos sobre o assunto

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

Mapas do Triângulo

Meteorologia

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest