Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Instituto Eu Quero Viver
segunda-feira, 17 junho, 2013 21:18

Me expliquem o silêncio dos governantes

Fábio Rodrigues Pozzebom/ ABr
Manifestantes ocupam cúpula do Congresso Nacional

A política brasileira é covarde. Prefeito de Porto Alegre saindo pela porta dos fundos. Dilma fora do país em plena maior manifestação já registrada dos últimos vinte ou trinta anos.

Governadores completamente calados. Haddad desafiando as “quatro mil” pessoas que foram às ruas no primeiro protesto de SP.

Ninguém vem a público para responder às milhares de pessoas que se espalharam pelo Brasil. E a maior vergonha desse país é exatamente essa: perceber que o povo está acordando e que o governo simplesmente não sabe o que fazer a respeito.

Será que algum dia eles imaginaram essa reação brasileira? Será que algum dia em seus piores pesadelos, pensaram numa massa indo em frente, de braços dados, pedindo um basta às festinhas que fazem com o dinheiro do povo? Será que eles imaginaram algum dia que o povo fosse tomar o Congresso Nacional? Acender velas em Brasília ou unir mais de cem mil pessoas no Rio de Janeiro? Ver Porto Alegre, Curitiba e Salvador fazerem protestos de apoio?

Descontando os baderneiros que nada adicionam, o que vejo no Brasil de hoje é um povo de olhos abertos, que provavelmente não vai parar por causa dos vinte centavos. É um povo que está reclamando por uma Copa que não lhe perguntaram se poderia ser feita. É um povo que está colocando na calculadora o tanto de imposto que esse governo nos toma todo dia. E a presidente? Ninguém sabe onde está. A única coisa que ouvimos dela é que a Copa das Confederações está aberta. E o que fazer? Como resolver essa covardia?

Acreditando em seu povo, senhores governantes. Não era isso que vocês queriam? Um cargo para representar o povo? Então por que não estão aqui, em frente às suas casas de governo, conversando com sua população? Venham mostrar as suas caras ao povo que está gritando por melhorias. Venham se comprometer a parar de corromper o sistema e usar de melhor forma os NOSSOS recursos. Venham TRABALHAR!

O principal papel de um governante é ser o porta-voz de seu povo e nesse momento, com tantos estados parados, com tantos atos organizados, não temos absolutamente nenhum retorno. SILÊNCIO é tudo que ouvimos dos governantes. Isso é falta de preparo? É inesperado? Ou simplesmente é a hora errada? Já acabou o expediente de vocês? A sua população está completamente em chamas e vocês acham mesmo que não merecemos nenhuma resposta de vocês? Quebrem o silêncio, governantes. VENHAM TRABALHAR!

Dessa vez nós não vamos embora. Dessa vez não vamos abaixar a cabeça por causa do futebol. Não estamos ligando para sua Copa e nem para a censura de seus amigos da Fifa. Dessa vez, estamos na rua, tomando posse daquilo que realmente nos pertence, e que vocês usam indevidamente. Dessa vez nós não estamos preocupado com os partidos, porque queremos o Brasil inteiro. Venham trabalhar, governantes. Porque há muitos anos, e mais que nunca, o Brasil está esperando.

Leia outros artigos de Dannie Karam
Dannie Karam tem cinco nomes enormes, mas espalha seus textos com um e meio. Já estudou em dezesseis escolas, morou em quase dez cidades, e já rasgou mais de trezentas poesias. Transita entre oito e oitenta, mas só costuma bater o pé por uma ou duas coisas. Criou com três amigas o Pipoca, Pimenta e Poesia. Vive mergulhada em milhares de folhas amassadas e acha que nasceu pra letras. Odeia esse negócio de números... E aceita assinantes em sua página do facebook

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest