Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Instituto Eu Quero Viver
quinta-feira, 23 maio, 2013 10:13

A famosa Placa Preta

Alexandre Rosa
As Placas Pretas não são pra qualquer um. Elas são exclusividade de carros com mais de 30 anos e funcionam como um atestado de alto índice de originalidade

No Brasil, assim como em outros países, temos diversas categorias para emplacamento de veículos. As diferentes placas são uma forma de identificar os tipos de veículos, que podem ser de aluguel, particulares, oficiais, de transporte público, aprendizagem, entre outros.

Uma das placas mais cobiçadas é a preta com texto branco. Mas, afinal, o que essa placa significa e como é possível obtê-la?

As Placas Pretas não são pra qualquer um. Elas são exclusividade de carros com mais de 30 anos e funcionam como um atestado de alto índice de originalidade. Ou seja, Placas Pretas são sinônimas de valor histórico e identificam veículos de coleção.

Legislação
Os requisitos para o emplacamento com Placa Preta, conforme as Resoluções nº 56 e 117 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), são as seguintes:

I - Ter sido fabricado há mais de trinta anos;
II - Conservar suas características originais de fabricação;
III - Integrar uma coleção;
IV - Apresentar Certificado de Originalidade, reconhecido pelo Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN).

Certificado de Originalidade
O Certificado de Originalidade é emitido após inspeção realizada por algum dos clubes de veículos antigos credenciados pelo DENATRAN. Não existe normatização legal de procedimentos e de planilha de avaliação. A planilha de pontuação mais utilizada é a estabelecida pela Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA) e é necessário alcançar 80 pontos para conseguir a certificação. São avaliados desde motor, transmissão, suspensão, freios e parte elétrica, até pintura, rodas, pneus e interior do veículo.

Muitos clubes exigem que o proprietário torne-se sócio, alegando a necessidade de manter um melhor controle na emissão do Certificado de Originalidade, mas na verdade não há lei que preveja essa obrigatoriedade.

Quais as vantagens de se ter uma Placa Preta?
Os veículos portadores de placa preta contam com algumas vantagens:
- Dispensa da Inspeção Veicular;
- Dispensa do uso de equipamentos obrigatórios homologados posteriormente à fabricação do veículo, ou seja, o veículo deverá manter apenas os obrigatórios originais do veículo;
- Livre trânsito em todo o Território Nacional;
- Classificação do automóvel como "Veículo de Coleção”, reconhecendo seu valor histórico.

Custos
O valor cobrado pela certificação varia de clube para clube. A FBVA sugere que os clubes filiados a ela cobrem no máximo R$120,00 pela avaliação para o certificado de originalidade, dos quais R$ 40 são destinados à federação.

Passo seguinte
Com o Certificado de Originalidade em mãos, cabe ao proprietário providenciar junto ao DETRAN a mudança de categoria. A lista de documentos exigidos varia de acordo com o estado, mas geralmente são solicitados:
-Identidade;
- CPF;
- Comprovante de Residência;
- Documentos do veículo;
- Certificado de Originalidade.
Recomenda-se ainda estar com as taxas de licenciamento e seguro obrigatório pagas.
Vale a pena?
Quem tem um veículo com mais de 30 anos em bom estado de conservação e alto nível de originalidade provavelmente é um amante de automóveis, então por que não? Se seu carro se encaixa nesse padrão, ele deve ser motivo de orgulho pra você. A Placa Preta é um nível acima no status no pra quem ama antigomobilismo.

 
Isabella Peixoto é Jornalista, Assessora de Comunicação e viciada em Redes Sociais. Caiu de gaiata no mundo dos automóveis e se apaixonou perdidamente. Hoje escreve para o Blog do Autoscar e responderá todas as suas dúvidas no Facebook

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest