CaldoQuantico Holopraxis CQL CreSentes DNAtos PARCEIROS EXPEDIENTE ANUNCIE PRIVACIDADE E USOS
 
Capa Geral Caderno 1 Caderno 2 Caderno 3 Caderno 4 Blogs Links Úteis Meteorologia
Instituto Eu Quero Viver

segunda-feira, 16 março, 2009 19:12

Cana do futuro é tema de workshop internacional na FAPESP

Com o objetivo de discutir as características da cana-de-açúcar que será usada para produção de etanol daqui a uma década diante do aumento previsto da demanda pelo biocombustível, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) promove nos dias 18 e 19 de março o workshop internacional Bioen on Sugarcane Improvement.

A cana do futuro deverá ter alto teor de sacarose, grande resistência à seca e maior quantidade de biomassa para geração de energia.

Uma atividade da Divisão Biomassa para Bioenergia do Programa FAPESP de Pesquisa em Bioenergia (BIOEN), o workshop reúne as principais lideranças do Brasil e do mundo em pesquisa sobre o tema. A programação tem apresentações de resultados científicos recentes e debates, que serão consolidados em documento oficial.

Participam pesquisadores da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz e dos institutos de Biociências e Química da Universidade de São Paulo (USP), do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (IB-Unicamp), de universidades federais de cinco estados (Paraná, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte e de São Carlos, SP), da Embrapa, do Instituto Agronômico (IAC), do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), e do Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética da Universidade Estadual de Campinas (CBMEG-Unicamp).

Entre os estrangeiros estão representantes da Texas A&M University e do Departamento de Agricultura (USDA), dos Estados Unidos, Universidade de Toronto (Canadá), e de universidades e institutos de pesquisa da Austrália e África do Sul. Pesquisadores das empresas Allelyx, Canavialis, Monsanto e Sygenta participam dos quatro debates previstos para os dois dias do workshop (veja programação completa).

As palestras serão em inglês com tradução simultânea para o português.

Programa BIOEN. O Programa FAPESP de Pesquisa em Bioenergia (BIOEN) apoia pesquisa básica e aplicada sobre biocombustíveis com o objetivo de promover o avanço do conhecimento fundamental para produção sustentável e aplicações em áreas relacionadas à produção de bioenergia no Brasil. A iniciativa conta com investimentos iniciais de R$ 73 milhões em diferentes esforços para pesquisa em instituições acadêmicas ou em associação entre universidades e empresas. Lançado pela FAPESP em julho de 2008, o BIOEN financia no momento projetos em três linhas de pesquisa: produção de biomassa para bioenergia, processos de fabricação de biocombustíveis e pesquisas sobre impactos socioeconômicos, ambientais e de uso da terra.

Workshop Bioen on Sugarcane Improvement
18 e 19 de março de 2009
FAPESP, Rua. Pio XI, 1.500, São Paulo

Programação:
18/3, quarta-feira
9h00 - Glaucia Souza (IQ-USP)
Biotechnological roadmap for sugarcane improvement
9h15 - Paul Moore (USDA, USA)
Sugarcane biology and yield

Seção 1: Gene discovery and sugarcane genomics
10h30 - Rosanne Casu (CSIRO, Australia)
Gene discovery as an aid to the understanding of agronomically important metabolic processes of sugarcane
11h00 - Derek Watt (SASRI, South Africa)
Gene discovery: approaches, developments and applications to sugarcane improvement at the South African Sugarcane Research Institute
11h30 - Glaucia Souza (IQ-USP)
The SUCEST-FUN Project: identifying genes associated to agronomic traits of interest in sugarcane
12h00 – Debates
Coordenadores: Marie-Anne Van-Sluys (IB-USP), Manuel Sainz (Syngenta), Paulo Arruda (Allelyx)

Seção 2: Transgenics and controlled transgene expression
14h00 - Helaine Carrer (ESALQ)
Biotechnology applications of sugarcane genetic transformation
14h30 - Robert Birch (University of Queensland, Australia)
Can we deliver controlled transgene expression in sugarcane?
15h00 - João Carlos Bespalhok (UFPR, Brasil)
When we will have a transgenic sugarcane?
15h30 - Debates
Coordenadores: Marcelo Menossi (IB-Unicamp), Eduardo Romano (Embrapa), Eugênio Ulian (Monsanto)

19/3, quinta-feira
Seção 3: Photosynthesis, sucrose metabolism, drought and sugar physiology
9h30 - Rowan Sage (University of Toronto)
Mechanisms controlling the response of C4 photosynthesis to temperature
10h00 - Marcos Buckeridge (IB-USP)
Photosynthetic responses of sugarcane to elevated CO2 concentration
10h30 - Graham Bonnett (CSIRO, Australia)
Environmental and genetic manipulation of carbon partitioning between growth and storage in sugarcane
11h00 - Laurício Endres (UFAL)
Ecophysiology applied to sugarcane
11h30 – Debates
Coordenadores: Rejane Mansur (UFRPE), Paul Moore (USDA), Katia Scortecci (UFRN)

Seção 4: Breeding and statistical genetics
14h30 - Marcos Sanches (UFSCAR)
Development of sugarcane cultivars by the RIDESA Breeding Program
15h00 - Augusto Garcia (ESALQ)
Genetic architecture of quantitative traits in sugarcane
15h30 - Robert Henry (Southern Cross University)
Genomics based approaches to genetic improvement in sugarcane
16h00 – Debates
Coordenadores: Anete de Souza (CBMEG-UNICAMP), Jorge da Silva (TAMU), Walter Maccheroni (Canavialis), Marcos Landell (IAC), William Burnquist (CTC)

Comunicação da Fapesp


Material jornalístico passível de direitos autorais.
Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes.
Antes de reproduzir por qualquer meio, consulte sobre autorização
Leia também nossos Termos de Uso e Serviço
Preços, prazos e links podem sofrer alteração e correpondem ao dia em que o material foi publicado

FarolCom no Pinterest
Ciência, Pesquisa e Tecnologia
Brasil no Google Maps
Meteorologia