Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Cultura | Livros | Lazer | ViverBem

Ecopontos, Feiras-Livres e outros serviços em Uberlândia
Quarta-feira, 9 Abril, 2014 23:46

Jornalismo impresso ganha novos significados com a internet

Marcos Santos/USP Imagens
Jornais impressos dão demonstrações de mudanças em suas linguagens

O estudo Para além dos links: diálogos entre o meio digital e o impresso, elaborado por Douglas Galan, revela que os jornais dão demonstrações de mudanças em suas linguagens.

Segundo a pesquisa, desenvolvida na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, orientada pela professora Irene de Araújo Machado, o jornalismo impresso não está morrendo, como muitas pessoas têm imaginado. Na verdade, a mídia tradicional vem ganhando um novo significado.

A pesquisa aborda a relação entre as linguagens do meio impresso e aquelas do mundo digital, partindo do pressuposto de que os textos de jornais estão sofrendo modificações de conteúdo e formato baseadas no modelo veiculado no meio virtual. A partir dessa influência sobre a imprensa tradicional, o meio digital se revela como um elemento de grande significado na mente das pessoas. "O principal objetivo foi analisar as modelizações ocorridas no meio impresso, a partir do advento das mídias digitais. Por modelizações, pode-se entender a capacidade que as linguagens e os textos da cultura possuem em se reestruturar e adquirir novos contornos".

Uma relação entre mídias

Galan constatou a presença do hiperlink em caráter simbólico dentro do jornais. Um hiperlink pode ser compreendido como o estabelecimento de relações de intertextualidade, de ligações com outros canais. Assim, segundo o pesquisador, é como se o meio impresso estivesse querendo propor uma relação hipermidiática com a internet. "Mesmo não podendo realizar efetivas interligações, percebe-se a criação de relações hipertextuais em caráter simbólico". afirma Galan. "Também é curioso notar a naturalidade com que os textos culturais se recodificam no espaço semiótico".

Ainda segundo o autor do estudo, do ponto de vista cultural, não existem precipitações ou emergências na promoção dessas mudanças no meio impresso a partir do digital. Como é apresentado no estudo, tudo acontece em uma dinâmica de estruturação, mobilidade e modelização que estão em harmonia com a situação instaurada na própria cultura, de modo que se considera que essas transformações vêm ocorrendo em um "processo gradual".

Um futuro menos pessimista

Depois de elaborar o estudo, Galan mudou de opinião em relação ao futuro do jornalismo. "Dispenso as teorias catastróficas, a futurologia, as especulações perniciosas, que antes soavam a mim como ameaças ao jornalismo. Também adquiri mais confiança sobre a importância e a contribuição do jornalismo para com a cultura, e acredito que a atividade jornalística, tal como se desenvolveu, tem o seu lugar, de modo que não será descartado de maneira tão simples".

Foram mais de quatro anos dedicados ao assunto, os quais envolveram a análise de veículos como Folha de S. Paulo, O Globo e O Dia, além da leitura de obras de teóricos da semiótica, campo do conhecimento linguístico que estuda os signos e as diversas formas de comunicação. Entre os autores, estão estudiosos como Marshall McLuhan, autor da obra "Os meios de comunicação como extensões do homem", que serviu como ponto de partida para o estudo de Galan.

Por Ana Paula Souza | Agência USP

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest