Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Ambiente | Energia | Lixo | Água | Mariana

Ecopontos, Feiras-Livres e outros serviços em Uberlândia
sexta-feira, 13 novembro, 2015 - 8h20

Hartung entrega projeto para recuperação do Rio Doce a Dilma

Governador explica que o Plano de Recuperação da Bacia do Doce foi baseado no projeto Olhos D’água, do Instituto Terra, liderado pelo fotógrafo Sebastião Salgado

   

Nesta quinta-feira (12), o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, aproveitou a presença da presidente Dilma Rousseff em Colatina, município localizado na Região Noroeste do Estado, para entregar uma proposta de Plano de Recuperação da Bacia do Doce.

O documento estabelece diretrizes e uma série de ações para recuperação de nascentes, cobertura florestal, além de ampliação e modernização de sistemas de esgoto ao longo do rio e seus afluentes.

A proposta de Hartung é criar uma ação conjunta da União com os Governos Estaduais de Minas Gerais e Espírito Santo, iniciativa privada, sociedade e a Samarco, empresa causadora pelo rompimento das barragens em Mariana (MG).

Roberto Stuckert Filho/Presidência da República
Paulo Hartung explica que o Plano de Recuperação da Bacia do Doce foi baseado no projeto Olhos D’água, do Instituto Terra, liderado pelo fotógrafo Sebastião Salgado | Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da República
Paulo Hartung explica que o Plano de Recuperação da Bacia do Doce foi baseado no projeto Olhos D’água, do Instituto Terra, liderado pelo fotógrafo Sebastião Salgado

Paulo Hartung explica que o Plano de Recuperação da Bacia do Doce foi baseado no projeto Olhos D’água, do Instituto Terra, liderado pelo fotógrafo Sebastião Salgado. "Esse projeto é um porto seguro, que mostra que é possível fazer essa recuperação do Rio Doce. É uma iniciativa que já foi desdobrada em um projeto de recuperação de todo o Rio Doce, já foi entregue ao BNDES em 2014 e hoje apresentei novamente a presidente Dilma. Em um momento desafiador como o atual, nós podemos transformar esse importante projeto em um processo de recuperação do Doce que possa até ser útil e sirva de exemplo ao Brasil em relação à gestão de água e recursos hídricos", detalhou Hartung.

Sobre o pedido de ajuda feito à União, o governador relembrou que a prioridade das ações no Estado é amenizar os efeitos e consequências da passagem da lama de rejeitos em território capixaba. Após sobrevoar boa parte da região atingida pela lama no Rio Doce, a presidente Dilma esteve reunida com autoridades e técnicos que estão atuando na região e fez um balanço das ações. "Hoje demos um passo importante com a consolidação de uma atuação conjunta do Governo Federal com os Governos Estaduais e os municípios atingidos. Nesta fase emergencial vamos atuar tendo prioridade em ações que atendam a população. Especificamente no Espírito Santo, vamos auxiliar com a presença do Exército e ações para abastecimento de água, como a ampliação do número de carros-pipa na região", exemplificou Rousseff.

A presidente, o governador Paulo Hartung, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Magalhaes Occhi; o ministro da Educação, Aloizio Mercadante; e a ministra do Meio Ambiente, Izabella teixeira, sobrevoaram o Rio Doce durante a manhã e a tarde desta quinta-feira (12), fizeram reunião com técnicos que estão trabalhando na região de Minas Gerais, especialmente na cidade de Governador Valadares, e seguiram para o Espírito Santo, onde também se reuniram com técnicos e autoridades do Estado.

Plano de Hartung agrada presidente Dilma

Durante a reunião com técnicos e, posteriormente, em entrevista coletiva concedida à imprensa, Dilma Rousseff declarou apoiar a iniciativa apresentada pelo governador capixaba. "Hartung apresentou um projeto oportuno e estruturante para recuperação da Bacia do Rio Doce, lembrando que esse rio é a fonte da vida e merece ser recuperado", disse a presidente.

Presidente cobra mais proatividade da Samarco

Durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (12), a presidente Dilma Rousseff cobrou mais proatividade da Samarco. Para Dilma, este é um dos maiores desastres que o país já sofreu tendo em vista os impactos sobre o meio ambiente, a sociedade e a economia local. "Sabemos que a empresa é a responsável. A Samarco vai ter que arcar com as multas, indenizações e os custos das reconstruções", disse.

"Acho que a empresa tem que ter uma atitude mais proativa diante do tamanho do desastre. Mais proatividade não faria mal, só faria bem", completou. Por outro lado, a presidente afirmou que o Poder Público não vai ficar de braços cruzados. "Nós (União, Estado e Municípios) também vamos agir no sentido de procurar soluções e fiscalizar a ação da empresa".

da comunicação/Governo do Espírito Santo

Veja outras notícias sobre:

Desastre Ambiental em Mariana

Caderno Meio Ambiente

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest