Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se

Nossos sites

Parceiros

Expediente

Políticas do Portal

Contribua para manter o Parque Nacional Serra da Capivara | Patrimônio Mundial pela Unesco
GERAL CADERNO 1 CADERNO 2 CADERNO 3
CADERNO 4 BLOGS LINKS ÚTEIS METEOROLOGIA

| Dengue, Zika e Chikungunya no Caderno Saúde |
A sociedade mobilizada para vencer essa luta

Instituto Eu Quero Viver
quinta-feira, 16 maio, 2013 9:54

A segurança dos produtos

Divulgação/Marcio Karsten
Diante tantos escândalos, e não importando o ramo de atuação da sua empresa, o quanto seu cliente confia no seu produto?

Nas últimas semanas, estivemos (brasileiros) envolvidos, novamente, em um escândalo sobre a ganância de alguns segmentos da supply-chain* da produção de leite.

Adição de elementos até cancerígenos, segundo alguns relatos e análises, que podem matar uma pessoa.

Este não foi e, lamentavelmente, não será o último escândalo envolvendo produtos alimentícios no Brasil e, tristemente, novamente, não haverá punição aos realmente culpados por este crime.

Alguns peões e peixes pequenos pagarão por este crime, claro.

E isto leva a uma nova análise: diante tantos escândalos, e não importando o ramo de atuação da sua empresa, o quanto seu cliente confia no seu produto?

Ultimamente, não importa a marca do leite que usemos aqui em casa, sempre que preparo o achocolatado do meu filho, dou uma testada. Voltamos a ter a necessidade do “provador oficial de alimentos” para evitar a contaminação de quem amamos.

E isto vale para todos os segmentos. Não se compra mais nada com segurança, ainda mais com a questão da “obsolescência programada” dos produtos. Computadores, impressoras, televisores, roupas, assinaturas...

Se você comprou algo, nos últimos dias, com absoluta certeza de ter feito um bom negócio, comente abaixo. E, em quantas destas compras, você foi lesado? Apesar de todas as “conquistas” do Código de Defesa do Consumidor, ainda engatinhamos nestas questões.

Por que tantas pessoas brasileiras fazem suas compras e viajam a lazer aos EUA? Além da questão preço, há a questão respeito ao consumidor. Somos muito mais respeitados e melhor atendidos no exterior do que em nosso próprio país.

Quem já viajou à Disney, levante a mão se foi mal atendido. Agora, quem já foi à Bahia e foi mal atendido?

A que ponto chegamos no Brasil. O cúmulo do desrespeito ao consumidor, à saúde e à vida de terceiros por parte de produtores e industriários. Nossas leis são criadas para favorecer o violador, o criminoso; os julgamentos não terminam; são esquecidos.

Vivemos em um país que precisa ainda aprender muito. Somos consumidores que ainda precisamos aprender muito. E, enquanto isso, vamos sendo achincalhados publicamente por pessoas sem qualquer escrúpulo que, quando cobrados ou descobertos, usam daquele velho discurso: “eu não sabia”.

E o seu cliente? Confia no seu produto? Você entrega o que promete?

*http://pt.wikipedia.org/wiki/Gest%C3%A3o_da_cadeia_log%C3%ADstica

Leia outros artigos de Marcio Karsten
Márcio Karsten Administrador com especialização em MBA Empresarial. Atua como consultor de empresas nas áreas de Estratégia Empresarial e Marketing, já tendo atendido organizações de diversos segmentos e portes. É, também, professor em cursos técnicos, palestrante, conferencista e articulista, com diversos textos publicados em sites e revistas especializadas.

Material jornalístico de uso livre segundo as atribuições específicas de cada fonte exceto quando especificado em contrário. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes, sempre devidamente identificados. Créditos das fotos devem ser preservados. Nenhuma das fontes mantém qualquer vínculo comercial ou de outra ordem conosco. Em caso de dúvida, consulte. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço | Preços, prazos, links e demais informações podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado sendo de responsabilidade da fonte original.

Documento sem título
Considere contribuir com nosso trabalho

Últimas no FarolCom

Veja também

FarolCom no Twitter

FarolCom no Pinterest