Contribua   Assine   ou Acesse nossa campanha no Apoia-se
 

POLÍTICAS DO PORTAL

EDIÇÃO NACIONAL

Acompanhe pelo WhatsApp

ou Telegram

Uberlândia

Triângulo e Alto Paranaíba

Urban/Dropz

Assine

Política

Facebook Twitter LinkedIn Addthis
 
 

Nós | Textos | Vídeos | Assine | Anuncie

 
COMUNICAÇÃO EFICAZ PARA LIDERANÇAS
sexta-feira, 13 outubro, 2017 - 9h17 |
FERNANDO CUNHA

O grande líder tem poder de decisão

Imagine que você está descendo uma correnteza conduzindo um bote com a sua família dentro dele. Você sabe que a uns 500 metros à frente tem uma cachoeira. Se você, que está no comando do bote, não mudar a sua rota para logo encostar à margem, o que vai acontecer? Tragédia! Você e sua família cairão na cachoeira e, provavelmente, todos morrerão. Se você vê uma situação que pode se transformar num problema maior no trabalho, vai se decidir agora ou vai aguardar o problema se complicar ainda mais? O certo é se decidir logo, não é mesmo? Acontece que muitos líderes tem o mau hábito de postergar as decisões importantes e, quando se dão conta, o problema está maior que a solução

Nos dias mais complicados, que nos exigem muitas tomadas de decisões, nos sentimos muito mais cansados | geralt/pixabay
Nos dias mais complicados, que nos exigem muitas tomadas de decisões, nos sentimos muito mais cansados | geralt/pixabay

Acredito que tomar decisões, mesmo que erradas, é mais valoroso do que não decidir nada. Como é irritante trabalhar com um chefe que nunca diz o que deve ser feito. “Façam o que vocês acharem melhor” é uma fala muito comum dos líderes medíocres. Ainda querem responsabilizar a equipe se algo der errado depois. E os líderes centralizadores, que nunca deixam os colaboradores contribuirem nas decisões? Eles abraçam os problemas sozinhos e, quando erram, não assumem a reponsabilidade e ainda reclamam que a equipe nunca contribui.

Tomar decisões nos rouba energia. Isso é fato! Nos dias mais complicados, que nos exigem muitas tomadas de decisões, nos sentimos muito mais cansados ao fim do dia, não é mesmo?

Por isso muitos líderes preferem evitar este fardo “pesado” sempre deixando as decisões importantes pra depois.

O que eles dificilmente percebem é que, cedo ou tarde, um problema não solucionado verdadeiramente sempre volta a atormentar. A boa notícia é que há solução pra isso.

Uma pesquisa realizada na Ben-Gurion University, em parceria com a Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, avaliou as decisões judiciais de juízes israelenses que participaram do estudo e constatou que, quanto mais tarde era realizada a audiência de análise dos pedidos de liberdade aos presos, maiores eram as chances de serem negados.

Numa situação específica, um juiz analisou dois casos similares, em que o crime e a pena eram os mesmos.

O pedido analisado às 08h50 da manhã foi deferido, sendo que o pedido analisado às 16h25 foi negado.

De 1.100 decisões analisadas pela pesquisa, 70% das analisadas pelos juízes no período da manhã foram deferidas, sendo que somente 10% analisadas no período da tarde tiveram a mesma decisão.

Este estudo nos mostra algo relevante. Uma excelente noite de sono não só nos dá mais energia para trabalhar no dia seguinte, como também nos ajuda a tomar melhores decisões. Por isso, o profissional nunca deve levar problemas de trabalho pra casa, principalmente aqueles que exigem decisões mais assertivas. A grande sacada é o líder deixar para tomar as decisões importantes no período da manhã, enquanto estiver mais disposto, e deixar as decisões menos importantes para o período da tarde, quando estiver mais cansado.

Em todo momento estamos tomando decisões, importantes ou não. Isso não é ruim, desde que saibamos diferenciar as decisões importantes das demais e focar nelas primeiro.

Acredite: quanto mais tomamos decisões, mais aprendemos a tomar as melhores decisões ao longo da vida. A vida dos grandes líderes não é como na música do Zeca Pagodinho “deixa a vida me levar”.

Os grandes líderes encaram o seu poder de decisão como uma grande responsabilidade, pois sabem que seus liderados os seguirão se tomar as decisões certas nas horas certas.

Leia outras Notícias

Fernando Cunha é Jornalista, especialista em Comunicação e Marketing, consultor e palestrante. Contato: [email protected]

COLUNISTAS | FERNANDO CUNHA

A Edição Uberlândia é um serviço informativo de abrangência local de FarolComunitário - Material passível de direitos autorais. Fotos e textos podem pertencer a autores diferentes. Antes de reproduzir por qualquer meio, consulte sobre autorização. Leia também nossos Termos de Uso e Serviço Preços, prazos e links podem sofrer alteração e correspondem ao dia em que o material foi publicado